Archive for junho \25\UTC 2008

h1

NPC – Ninguém Pode Comigo

junho 25, 2008

cara 4 lithsabers? po mestre isso é apelação...Quando eu vi o episódio 3, eu pensei, cara esse personagem é a típica apelação de mestre pra sacanear os jogadores.

Durante qualquer campanha há sempre 3 tipos de NPCs , os inimigos, que stão lá pra ser derrotados, superados, os coadjuvantes, que estão lá pra dar cor e “plots” ao jogo e finalmente os fodões, que servem pra colocar ordem no jogo.

Geralmente o mestre tem alguma fantasia com esse Fodão, e ele abusa, é aí que os jogadores começam a ver ele como inimigo, ou rival, ou sei lá.

Abusar seria mostrar que ele é melhor em tudo que o jogador faz, ou ser muito arrogante, ou qualquer coisa que faça o jogador e consequentemente o personagem odiar o NPC, no entanto os jogadores tem muito mais facilidade em odiar esses NPCs do que os inimigos, por-que? porque eles tem mais vida, mais personalidade, e não são caras que olham pra você e dizem rola iniciativa.

O NPC fodão que sempre apanhaEntão como explicar o NPC Fodão que organiza o jogo, não cair na Raiva dos jogadores?

A resposta é bem simples, DEFEITOS, o grande guerreiro bárbaro, pode ser um analfabeto e precisar de Heróis valentes que sabem escrever sons.

O grande mago Hiper foda pode ter a Saúde debilitada ou a perna manca, e precisa dos aventureiros pra fazer “trabalho sujo”.

O Mestre na política Vampírica realmente precisa de uma prole que consiga defender sua Vida, e quem sabe o maior guerreiro da dos vampiros tenha medo de falar em público. Pode ser até o ancião de 1000 anos, que abraça um jovem pra atualizar ele na cultura e tecnologia.

Esse tipo de atitude dá aos jogadores empatia e respeito pelo NPC, e os faz até gostarem dele, pois eles se sentem importantes e úteis e não apenas coadjuvantes na enorme história de perfeição do NPC. Se os mestres soubessem isso, eles certamante iriam ouvir muito mais, Meu, Tal NPC é muito foda!!!

A época que mais criei NPCs foi a do By Night, a maioria deles era cheia de defeitos, havia o Abel, que era um nosferatu ancião, que era um fracote com 6 traits fisicos e um monte de defeitos.

A outra era Sara Kali Madalena, que tinha todas suas proles guerreiros, era uma vidente ( habilidade oracular ) e contadora de histórias.

Passando pelo Príncipe Karl Shultz, que era um ventrue ex-anarquista, completamente controlado pelos anciões. o Ivo e o Rafa tiveram também seus NPCs contagiantes, a que eu mais gostei do Ivo era Medéia, uma vidente/ feiticeira completamente romântica, e o do Rafa era o Melegosth, um garoto que possuia um poder Fudido, mas era só um garoto.

Mestres leiam e pensem…

h1

Eldar de Laelitar

junho 19, 2008

Uma comitiva trás uma relíquia sagrada de Evereska para o Santuário Goliath, no vale profundo. Ela é trazida pelo nobre Eleril de Laelitar e escoltada por vários eldos inclusive Eldar de Laelitar filho do Eleril. A linhagem Laelitar é uma família de guardiões das tradições de Evereska, formada por campeões e mestres.

A comitiva seguiu uma caminho por portais mágicos, de Evereska até o Vale das Vozes Perdidas em Cormanthor. Tudo estava segura até sairem das fronteiras do Vale das Vozes, onde foram atacados cruelmente por uma emboscada de vários “inimigos”. Um Rakshasa Seguidos por humanos que venceram a comitiva facilmente levando a relíquia e deixando os elfos para morrer, mas um cavaleiro os encontrou salvando-os da morte certa.  

O nobre Laelitar foi levado por seu jovem filho ranger e o cavaleiro  até próximo a Fronteira do Vale Profundo, Eldar caiu em exaustão. Quando chegaram foram levados em segurança para o Santuario Goliath, onde recuperam-se do ataque”.
h1

Albiac Ritunn da Tribo dos Pôneis Celeste (Steingreis persona)

junho 17, 2008


p>Ao final de seu tempo de aventuras, Ianus tornou-se um homem (feiticeiro) temido pelos homens livres.
Escolheu como local de moradia, o lugar onde aprendeu sobre os seus dons a Costa do Dragão.

O povo, assim como os governates não gostavam dele (e de seu modo de agir), mas também não ousavam incomodá-lo. Ianus sempre foi conhecido, não apenas pelos seus “heróicos” feitos passados, mas também pelo estranho modo de comportar-se de modo arrogante e vingativo (bom, muitas vezes eram atos levemente malignos {MMWAHAHAH} )

Com a quebra da trama, alguns de seus objetos de poder enlouqueceram. Quando isso ocorreu ele estava em um pequena cidade… da Região….. resultado: a cidade sumiu do mapa, assim como todos que lá habitavam. Ianus desapareceu.

O único filho bastardo de Ianus, com uma princesa deformada da tribo do Pônei Celeste, povo de Uthgar.
Pretendia ir atrás de seu pai, quando recebeu notícias do ocorrido com a pequena cidade costeira e Ianus.

Após o ocorrido, as pessoas de fora da tribo de algum modo ficaram sabendo quem realmente era o pequeno Albiac Ritunn, o desprezo podia ser observado nos olhos das pessoas e algumas vezes, mesmo dentro da sua tribo.

Albiac decidiu que deveria de algum modo limpar o seu nome, sua herança indesejada. Foi aconselhar-se com sua Mãe e com o Xamã de sua tribo. Após diversos rituais, o xamã previu que para que sua busca fosse completa, Albiac deveria buscar uma antiga fonte de poder, local onde muitos perderam suas vidas tentando conquistá-la.

Albiac ainda muito jovem, aos seus quase Dezesseis anos deixou a segurança de sua tribo e foi rumo a antiga floresta de Cormanthor. Após meses de viagem, ele alcançou uma pequena cidade incrustrada no meio da Floresta de Cormanthor, uma vila élfica onde as pessoas veneram uma estranha pedra coberta por um “pano” roxo.

Ao explicar, aos elfos o que viera fazer ali, Albiac recebeu diversas advertências, e mesmo ameaças. Pois as profundezas de Cormanthor encontravam-se ainda mais selvagem do que conheciasse. Mas Algum tipo de sensação, lhe dizia que o que ele buscava estava adormecido nas profundezas intocadas da Antiga Floresta do Reinado. Em algum ponto onde os planos materiais e os plano etéreos eram apenas um.

Foi para lá que ele, instruído e advertido pelos sábios elfos (elandrin – mas é tudo a mesma coisa para ele), rumou desprovido de qualquer meio de defender-se exceto seus punhos… E após uma Semana Albiac Ritunn da Tribo dos Pôneis Celeste, emergiu com o dom da Natureza.

h1

Encontro de RPGistas Blogueiros

junho 12, 2008

Extraido do OOOOOzzzzzzzzzzzzzzeeeeeeeeeeee

link aqui do lado ó…http://www.ooze.com.br/

a gente vamos

 

 

 

Agora é Oficial.

Foi confirmada a realização de um encontro de blogs sobre RPG no XVI EIRPG.

Será sábado, dia 05 de Julho, á partir das 11:00 no Colégio Marista Diocesano, perto do Metrô Santa Cruz.

O estilo do Encontro será no estilo dos blogs, ou seja, camaradagem e descontração.

Todo mundo está convidado, todos os blogs e todas as pessoas que tinham, terão ou não querem saber de ter um blog.

O motivo que unirá a todos é mais o RPG do que os Blogs. Claro que assuntos “blogueiros” serão tratados, mas o RPG será sempre a bola da vez.

Deixo o convite á todos e publicamente parabenizo o pioneiro Phil Souza do Dados Limpos e mando um agradecimento especial á Bruno Peres do Pano de Fundo, por fazer a ligação direta com a organização do EIRPG. E queria agradecer a mim mesmo por dar uma notícia tão bacanona como esta! Aeeeeeee Humilde!!!

 

Abaixo a lista dos prováveis participantes, extraída do blog do Tsu (corrigida pela dica do Phil)

 

 

.20: http://www.dot20.com.br/
A Matilha: http://www.amatilha.com.br/
Área Cinza: http://www.areacinza.org/
Aventuras na Era Hiboreana: http://contosderpg.wordpress.com/
BymAdventures: www.bymadventures.com
Casa dos Lordes: http://casadoslordes.blogspot.com/
Dados Limpos: http://dadoslimpos.criandorpg.com
Dados Sujos: http://dadossujos.wordpress.com
Dragon Slayer Blog: http://www.dragonslayer.com.br/blog/
Inominattus: http://www.inominattus.com/
Laboratório do Dr. Careca: http://doutorcarecalab.blogspot.com/
Observatório do RPG: http://observatoriodorpg.blogspot.com/
Ooze: http://www.ooze.com.br/
Pano de Fundo: http://www.panodefundo.net/
R.P.G Livre: http://rpglivre.multiply.com/
RPGista – rpgista.com.br
Urina de Dragão: http://urinadedragao.wordpress.com/
Vinte Faces: https://vintefaces.wordpress.com

 ps – o feliz dia dos Namorados, a gripe é minha garota.

 

h1

Garwain, cavaleiro branco de Torm

junho 11, 2008

Filho de um rei e rainha traidos e exilados,

Ellen rainha de Ellthär uma pequena provincia das fronteiras prateadas proximas a Quaervärr, perdera o marido na fulga do castelo, mais por desgosto do que pelo ferimento, ainda tivera o seu filho sequestrado quando contornavam o lago do desgosto (um lago que todos dizem ser amaldiçoado). Essa se viu em desgraça e se retirou a um templo de Ilmater do qual nunca mais saiu.

Ogaroto era como ele foi conhecido na infancia, mais sua “mãe” tb o chamava de o pequeno filho de um rei, uma mulher baixa com aparência de uma jovem fada, orelhas pontudas e olhos grandes, até que soube que ela era diferente do resto do povo, quando teve idade suficiente para saber ela lhe contou que não era uma mortal como todo o povo do vale oculto, ela pertencia aos eladrim, um povo antigo, a muito dotado de magia e ela não era diferente.

Ogaroto desde os quatro anos foi educado por um preceptor, o velho Klehir, soldado aposentado e caçador, Ogaroto fora educado nas artes da espada e da cavalaria.

Ulhiëm tinha outros objetivos quando se apossou do menino, ela previra em muito que este ouviria o chamado e seria capaz de atos dignos de um grande heroi, mais ela previra mesmo que este seria capaz de executar uma busca, uma busca muito importante que ela não se atreveria a falar para que os deuses não a sabotassem. Quando Ogaroto estivesse com a idade certa ele deveria começar a sua busca e ela deveria garantir que ele fosse no caminho certo e sem que soubesse o que iria fazer. Ela tinha que garantir que as portas certas fossem abertas e as erradas fechadas.

E foi assim ,mal fizera dezesseis anos Ogaroto ouvirá seu chamado ele nescessitava atende-lo saira do vale oculto e fora até o santuario dos cavaleiros, um templo de Torm, onde lá aprendera os preceitos da religião com o grand-sacerdote Pereturon, quando este ensinamento terminará, quase dois anos depois ele voltara ao vale.

Mais logo depois que fizera dezoito anos sua jornada deveria realmente começar, Ulhiëm o presentiara com uma armadura e um escudo , ambos brancos como a neve e carregando o simbolo da fada, duas listras vermelhas ligeiramentes curvadas, um tipo de runa elfica. Mais a espada lhe deveria ser dada pelo seu rei.

Eles seguiram com uma comitiva para a cidade de Lua Argentea, que durante o encontro dos escudos o Rei aceitava, testava e nomeava novos cavaleiros.

e a historia continua…

h1

ShadowHaunt A aventura !!!

junho 10, 2008

No encontro de RPG nas livrarias Curitiba Narrei a aventura enviada pela wizards, achei que seria Escape from sembia, mas era uma aventura beem melhor. Vamos a análise.

Brindes – Mas 17 miniatuas que vieram eram de qualidade e o mapa era incrível. Exeto o dragão com cara de retardado. Palmas para a Estátua a mais bonita de longe.

Plot – Dois garotos são sequestrados e levados ao antigo mausoleu shadowhaunt, lá eles encontram uma sombra de um antigo lorde sem descanso que os ajuda. A idéia da aventura é básica, mas não deixa de ser boa, dando destaque para a história do mausoléu em si, “que é uma casa de antigos senhores da Guerra”, tudo com belas descrições e cenários legais.

Parte 1 – Enigma – O enigma é bem complexo quando você o lê e ele funciona muito bem em inglês, mas por tentativa e erro é bem provável que os personagens acertem. Nota ele é bem feitinho mesmo, com direito a riminha.

Parte 2 Robgoblins. – A primeira linha de defesa do mago, Eles fizeram barricadas com sarcofagos cheios de óleo e ficam atrás com arcos e flechas. quando superados os obstáculos eles se unem em falange espartana. Muito divertido o encontro, e com grandes chances do ladino se foder.

Parte 3 – Estátuas – As estatuas são de longe os melhores monstros da aventura, ela bate, tu cai, ela chuta, tu tenta levantar , ela chuta denovo. e os 85 pvs são um colírio pro mestre. Fora o desabamento que torna tudo mais difícil.

Parte 4 –  Chefão. – o encontro era pra ser dificil, na teoria, mas com players cheios de poderes diários, o encontro até que fica bem fácil.

h1

Encontro de RPG nas livrarias curitiba.

junho 5, 2008

 

O encontro de RPG e 1º jogo oficial ( de joinville ) da quarta edição acontecerá este sábado nas livrarias curitiba ( shopping mueller ) em Joinville / SC.

A aventura não será fuga de sembia, mas outra enviada pela Wizards, os participantes serão premiados com um dado de 20 faces,  o evento acontecerá por volta das 15:30 ( por volta ), No dia 07/06/2008.

Os mestres serão, EU, ERNESTO, IVO ( Colaborador do blog ), GIORGIO e o CHICO. pra variar vai ser bom jogar D&D com mestres bons de verdade.

Em adendo estaresmos dispostos a levar pro live todo novato que quiser jogar, será lhes dado uma ficha de carniçal, e o custo do live action será de R$ 5,00 ( por causa da comida ), o live vai começar as 22:00 depois do encontro. PS – Live de vampiro a Máscara.

Então ta afim de cair no pancadão?