Posts Tagged ‘RPG’

h1

OLD DRAGON – um dragão velho é mais perigoso

novembro 22, 2010

A algum tempo vem surgindo uma nova onda que rema contra a maré do mercado de RPG mundial, a onda OLD SCHOOL.
E (re-)nascido desta onda está sua maior criáção está o Old Dragon RPG, que baseado nas primeiras edições do DND, mas com algumas melhorias básicas da terceira edição sem perder o charme das edições anteriores.
Minha opnião é que o old dragon é pra nós que temos a vida corrida, estressante e que só querem relaxar e matar alguns orcs, e fazer interpretações fodas. Ou então para pessoas que gostam de pegar sistemas simples e adapta-los as necessidades de suas campanhas, sem ter medo de destroçar a matemática do sistema.

Minha opinião é que quando os autores são entusiastas o RPG sai com mais qualidade.

http://www.olddragon.com.br/

Abraços e Save Our Seeker

Anúncios
h1

4E – Monstros complicados VS monstros Fáceis

novembro 2, 2010

Narrei uma aventura de D&D 4E da campanha de meu grande amigo Rafael, estavam lá todos os players, rolou representações fodas, churrasco e diversão além da conta.
Porém o game em si me deixou frustrado. Usei monstros cheios de habilidades, cheios de auras, ataques, telepores, defesas.
O que eu aprendi a montar combates de D&D 4E.
– Não use todas as possibilidades em um único encontro.
– Os personagens são sempre mais poderosos do que você pensa.
No caso de monstros, ponha um líder com várias habilidades e os resto dos monstros simples.
Mais monstros, mesmo que o demônio invocado seja poderoso, tenha pelo menos uns 6 minions com ele.
repetindo sobre as possibilidades, Se vai usar um terreno, não ponha armadilhas fodas. Se vai usar as armadilhas, não ponha monstros que dão 4 tipos diferentes de conditions.

Se quiser dar um upgrade nos monstros para eles serem um pouco menos previsíveis, é legal.

 

agora veja a cagada que eu fiz colocando um dragão tão complicado, ficamos discutindo a defesa profética dele por uns 15 min.

 

ele é élfico né?

Young Mithral Dragon Level 11 Solo Sldrmisher

Initiative +13 Senses Perception +14; dark vision

HP 444; Bloodied 121; see also bloodied breath

AC 15; Fortitude 13, Reflex 15, Will 13

Resist 15 radiant

 

Saving Throws +5

Speed 8, fly 10 (hover), overland flight 11, teleport 10

 

Action Points 2

  • <D Bite (standard; at-will) • Radiant

Reach 1; +16 vs. AC; 1d8 + 4 damage, and the target takes

ongoing 5 radiant damage (save ends).

  • <D Claw (standard; at-will)

Reach 1; +16 vs. AC; 2d8 + 4 damage.

  • +Dimension Strike (standard; at-will) • Teleportation

The dragon teleports 5 squares, makes a claw attack, teleports

5 squares, and makes a claw attack against a different target.

  • Wing Buffet (minor; recharge [3] Ilil)

Reach 2; +14 vs. Fortitude; 2d8 + 6 damage, and the dragon

pushes the target 3 squares.

  • Breath Weapon (standard; recharge ~I!!l) • Radiant

Close blast 5; +14 vs. Reflex; 2d6 + 4 radiant damage, and the

target is blinded (save ends). Miss: Half damage.

  • Bloodied Breath (free, when first bloodied; encounter)

Breath weapon recharges, and the dragon uses it.

  • Dimensional Flurry (standard; encounter) + Radiant,

Teleportatlon

Close burst 10; targets up to four enemies; +14 vs. Reflex; 2d8 +

4 damage, and the target takes ongoing 5 radiant damage and is

dazed (save ends both). Effect: The dragon teleports to a space in

the burst.

  • Frightful Presence (standard; encounter) + Fear

Close burst 5; targets enemies; +14 vs. Will; the target is

stunned until the end of the dragon’s next turn. Aftereffect: The

target takes a -2 penalty to attack rolls (save ends).

  • Prophetic Defense (immediate interrupt, when the dragon is hit

by an attack; at·will) +Teleportation

The dragon gains a +4 bonus to all defenses against the

triggering attack. If the attack misses, the dragon teleports 6

squares.

 

Alignment Unaligned Languages Common, Draconic,

Supernal

 

Skills Diplomacy +13, History +13,lnsight + 14, Intimidate +13,

Religion +13

 

Str 18 (+9) Dex 23 (+11) Wls18(+9)

Con 15 (+7) Int 16 (+8) Cha 16 (+8)

( mas Avoloch eu não sei inglês!!!! Compra um dicionário )

 

 

h1

Rose a vampira

outubro 11, 2010

História – Rose era uma moça com sangue lupino, uma dona de casa, mas muito bela, um dia ela chamou a atenção dos vampiros e foi transformada. Mesmo depois de ransformada ela continuou apaixonada por seu amado marido o lobisomem Jason.

Através da ligação dela com Jason e sua matilha, ela conseguiu a posição de Xerife na cidade, sendo uma das vampiras mais competentes em achar criminosos e levá-los a justiça.

Mas Jason envelheceu e sua matilha também, a deixando em uma difícil situação com os demais vampiros do principado, pois suas capacidades não são as melhores.

Então ela usou alguns vampiros criminosos para eliminar sua antiga matilha…

Hoje ela procura seduzir vampiros ou lobisomens competentes para manter sua posição de Xerife e seu prestigio social, para que substituam sua antiga matilha.

Seu plano é ajudar eles, primeiro com informações, depois ensinando suas habilidades, e por fim com seu cargo como Xerife dos vampiros na cidade, durante o processo ela irá seduzir o líder, como uma frágil donzela que agora está indefesa.

Sua identidade mortal é de uma jovem jornalista recém formada, que trabalha para mídia impressa e faz freelancer, ela usa sua boa aparência e seus poderes pra manter um estilo de vida de alto padrão, perto da sociedade mortal, o suficiente para vigiá-la, aproveitar de seus prazeres,  e encontrar pessoas interessantes que possam servir de alimento, tanto para seu intelecto quanto para seu corpo.

 

Sim ela é muito parecida com a beyonce

 

Name : Rose
Clan : Daeva
Covenant : Nenhum
Embrace : 1909
Apparent age : 26
Mental attributes : Intelligence 3, Wits 3, Resolve 4
Physical attributes : Strength 2, Dexterity 3, Stamina 3
Social attributes : Presence 5, Manipulation 4, Composure 4
Mental skills : Academics 2 ( jornalismo ), Computer 1, Craft 1, Investigation 2, Medicine 2, Occult 4 (Lobisomens), Politics 2 (Vampiros)
Physical skills : Athletics 2, Brawl 2, Drive 3 (Motos), Firearms 1, Larceny 3, Stealth 2, Survival 2, Weaponry 2
Social skills : Animal ken 3 (Canideos), Empathy 3 (Lobisomens), Expression 1, Intimidation 1, Persuasion 3 (Sedução), Socialize 2, Streetwise 2, Subterfuge 3
Merits : Haven Location 2 (apartamento), Haven Security 3 (Segurança eletrônica), Status 3 (Cidade Vampiros), Striking Looks 4, Resources 3 (Jornalista ), Contacts 1 (Jornalistas),
Willpower : 8
Humanity : 4
Derangements : Narcissism
Virtue : Prudence
Vice : Greed
Health : 8
Initiative : 7
Defense : 3
Speed : 10
Blood potency : 3
Disciplines : Animalism 1, Majesty 4, Celerity 3, Vigor 2, Protean 4
Vitea/per turn : 12/1

h1

O monstro SOLO Nível, 1

outubro 9, 2010

Uso, este monstro é pra não tem nenhuma importância na história, mas apenas pros jogadores terem seu primeiro combate desafiador, eu usaria como um encontro aleatório, ou um monstro que está atacando a cidade e os guardas não conseguem dar conta, o que seria uma boa forma de unir o grupo.

Giant Scorpion Level 1 Solo – Soldier
Large natural beast XP 500
Iniciativa +3 Senses Perception +0; tremorsense 5
Saving Trows +5
Action points – 2
HP 100 ; Bloodied 50
AC 18; Fortitude 16, Reflex 14, Will 13
Resist 10 force
Speed 6

  • Garras (Padrão; at-will)

+9 vs. CA; 1d6 + 4 de Dano, e uma criatura média ou pequena é agarrada ( até escapar ). Uma criatura agarrada recebe 05 de dano de esmagamento no início do turno do escorpião.
O escorpião só pode agarrar uma criatura por vez.

  • Ferroada (Padrão ; at-will) ✦ Poison

+7 vs. Fortitude; 1d4 + 4 de dano , e os alvo recebe 5 de dano contínuo e está imobilizado ( Resistência anula os 2 ) O Escorpião consegue usar este ataque em uma criatura que está agarrada.

  • Ferroada de Reação (Reação imediata – quando um inimigo que está agarrado pelo escorpião e escapa, ou quando o escorpião é flanqueado – at-will)

O escorpião faz um ataque de ferroada contra o inimigo.

Alignment Maligno Languages —
Str 18 (+3) Dex 12 (+1) Wis 11 (+0)
Con 12 (+1) Int 2 (–5) Cha 10 (+0)

h1

Encontro – Hobgoblins e Beholder

outubro 4, 2010

Encontro Difícil de Nível 6.
Depois de andar algumas horas na floresta vocês notam que ela foi o palco de uma batalha antiga. Ossos de homens e criaturas humanóides estão entre a vegetação, e uma estátua de um antigo deus inumano bloqueia o caminho de vocês, ela está coberta de musgos e cipós, ao longe vocês ouvem o som de uma trombeta.
Percepção CD – 10, notam vários crânios e esqueletos no chão, parece que este doi o local de uma batalha há Dez anos atrás.
História CD 15 – este foi o palco de uma antiga batalha.
História CD 15 -um exército de bugbears foi vencido, por humanos, e deizem histórias que os sobreviventes fugiram para esta floresta, tonando-se bandidos comuns e assassinos contratados.
XP Total do Encontro 1842

Estátua, quem ficar no quadrado adjacente da estátua ela cai em cima +5 Vs reflexos atinge 2 quadrados 1d10 de dano. XP – 25 – Perception CD 10.
Encontro 10 – Hobgoblins Recrutas ( miniom )
3 Hobgoblin Arqueiros
4 Hobgoblins soldados.

Os hobgoblins lutam em formação, fazendo duas falanges uma, a frente e outra flanqueando o grupo, os arqueiros tentam atingir o mago, ou outro personagem ”controler”.

No quinto turno os hobgoblins começam a fugir assustados com algo, O combate chamou a atenção de algo, um enorme Beholder que aparece e começa a atacar a esmo, aqueles que invadiram seu território, ele olha para os PCs e diz usando seus raios, em um comum arrastado.
” me dêem sua magia e viverão”.
( nota: mestre embora esta seja uma versão FRACA do Beholder, é interessante dar uma descrição assustadora. )

 

OBS – Bom não gosto de sugerir tesouro, mas seria legal os hobgoblins terem o tesouro de sua ultima pilhagem, 150 moedas de ouro e uma mão com um anel de valor de 80 po ( pedra azul ).

h1

Mestrar Wod é difícil???? Não se você planejar

setembro 22, 2010

Algumas horas, é tudo que você precisa pra uma camapnha inteira de Wod. Em D&D, você tem uma história linear que acontece em uma ambiente controlado, como uma dugeon, ou torre ou algo assim.
Mas em WOD, os personagens estão livres, mesmo, podendo mudar de cidade, de país ou de criatura sobrenatural ( virar vampiro por exemplo ). Os mestres geralmente se atem ou a colocar o personagem em uma dugeon, ou a ficar reagindo aos PCs fazerem as coisas cotidianas deles.

qual a solução?
vou apresentar a minha solução em passos simples, trabalhosos é claro, mas fica muito fácil mestrar assim.
Depois de feito você apenas se atém a deixar os jogadores livres…

Passo 1 – História dos PCs – A ISCA
ao invés de pedir várias páginas de histórias profundas e significativas, peça histórias simples, que expliquem o que ele faz e principalmente seu objetivo, pode ser um objetivo até bem simples.
Ex: Apolo teve seu pai assassinado de maneiras misteriosas, ele pretende descobrir o que aconteceu.

2 – Crie NPCS – muitos deles, use um método de criação rápida, sem ficha (estatísticas) apenas algumas informações que você vai precisar pra história.
agora as duas coisas principais
TODOS NPCS TEM QUE TER UM GANCHO DE HISTÓRIA/CAMPANHA
E devem ser muitos NPCS, deixe a criatividade rolar.
( eu sugiro uns 25 )
3 – Encaixe os NPCs no seu cenário.
Jogue eles nas várias camadas da sociedade, e nos mais váriados locais, assim é mais fácil os PCs interagirem com eles.
EX – Will é um vampiro de 50 anos, todos os anos ele se apaixona por uma jovem da mesma escola, e a vai sugando até ela morrer doente, ele chama muita atenção e protege sua amada, mesmo a matando lentamente.
Fica na Escola e nos bares de Jovens.
Cartiano, abraçado com 16 anos.

Ligue um NPC a outro. E ligue um player a um ou mais NPCs.

vioalá
Você tem uma mesa de metade improviso, metade preparação

é só baixar e organizar seus NPCzinhos